Prazo de entrega do RAPP é estendido para junho de 2020

Devido à pandemia de Covid-19, diversas áreas estão passando por mudanças, dentre elas a indústria. Visando tomar medidas para que as empresas possam se adequar ao novo cenário, o presidente do IBAMA adiou a entrega do Relatório Anual de Atividades Potencialmente Poluidoras e Utilizadoras de Recursos Ambientais (RAPP) para o dia 29 de junho de 2020. A decisão foi publicada em relatório do Diário Oficial da União (DOU) na última quarta-feira (25).

Leia também: Anualmente, lixões liberam 6 milhões de toneladas de gás de efeito estufa

O RAPP é utilizado como instrumento de coleta de informações para que haja controle e fiscalização sobre ações de gestão ambiental. O documento é obrigatório para pessoas e empresas que exercem atividade no meio ambiente, o que por sua vez também faz com que seja cobrada a Taxa de Controle e Fiscalização Ambiental (TCFA).

Entrega do RAPP e de demais documentos foi afetada pela Covid-19

RAPP

A entrega do RAPP ocorre anualmente, porém, devido ao isolamento social diversos setores da gestão ambiental têm encontrado dificuldades para exercer suas obrigações com esse e demais documentos. A decisão de estender a entrega faz com que empresas tenham mais tempo para aplicar medidas de segurança a cooperadores e funcionários. Além disso, as companhias poderão organizar e planejar as maneiras como irão exercer suas atividades em meio ao cenário atual.

Leia também: Gerenciamento de resíduos sólidos industriais é um ato de respeito ao meio ambiente

A Inovar Ambiental

A Inovar Ambiental acredita que o correto gerenciamento de resíduos não deve levar em conta apenas os acidentes decorrentes dos efeitos imediatos. Riscos com efeitos de longo prazo também devem ser igualmente considerados nesse trabalho, assim como uma coleta periódica e a observância do grau de toxicidade de cada tipo de substância.

Localizada na cidade de Santa Luzia em Minas Gerais, a Inovar Ambiental tem a sustentabilidade como seu norte. Destinar um resíduo de forma correta é, acima de tudo, um ato de amor ao meio ambiente, à saúde pública e às próximas gerações. Confira mais sobre a Inovar Ambiental visitando o site e Facebook.

Comentários