A produtividade e segurança dos funcionários, dois dos fatores mais importantes a uma indústria, são possíveis apenas com o correto gerenciamento de resíduos. Rebarbas de peças de linha de produção, óleos de máquinas e motores, água usada para a lavagem de peças, embalagens, cinzas, lodos e mais uma infinidade de materiais precisam ter a sua destinação correta.

Por isso, a Inovar Ambiental possui uma gestão global de resíduos aplicada para cada tipo de gerador, dos mais diferentes setores. E este trabalho é ainda mais fundamental quando é empregado a uma indústria que, muitas vezes, opera 24 horas por dia, sete dias por semana em processos que não podem ser interrompidos.

Assim, o trabalho de coleta deve ser realizado de acordo com normas técnicas de segurança para não ocasionar contaminação ao meio ambiente e nem risco aos colaboradores. A Inovar dimensiona o acondicionamento conforme as características de cada tipo de resíduo, assim como os equipamentos utilizados para o seu transporte.

Veja como funciona nossa Gestão Global para esse tipo de resíduo:

1

Identificação dos processos e geração de resíduos

2

Classificação dos resíduos

3

Análise de Elegibilidade

4

Processo de segregação

5

Logística de transporte

6

Coleta

7

Tratamento de destinação final/ disposição final: os resíduos perigosos e não inertes são, conforme análises criteriosas feitas pelos nossos técnicos, encaminhados para coprocessamento, já que a Inovar preza pelo passivo ambiental zero. Trata-se de uma técnica mundialmente consagrada de destinação ambientalmente correta que consiste em aproveitar o poder calorifico desses materiais em substituição ao combustível fóssil na fabricação de cimento. Também encaminhamos para a reciclagem os resíduos inertes, que podem gerar, inclusive, receita ao gerador.

8

Certificado de destinação/ disposição: para que o gerador tenha controle sobre os resíduos que gera e as respectivas tecnologias que foram empregadas para o seu tratamento e destinação final, a Inovar emite um certificado que atesta as práticas ambientalmente corretas empregadas. Desta forma, a indústria mantem-se de acordo com suas obrigações legais junto aos órgãos ambientais competentes e, assim, contribui para a minimização de impactos de suas atividades.